Respeite os sinais do seu corpo

Nem sempre os remédios são o principal tratamento.

Oi pessoal!

Queria aproveitar pra repassar pra vocês hoje uma reflexão, baseada nos casos que tenho atendido nas últimas consultas.

Nesse turbilhão que costuma ser a vida moderna, é muito fácil que a nossa percepção interna seja perdida e que nos causemos doenças mesmo sem perceber.

É comum que os pacientes imaginem que a gastrite deles é por causa da genética. A insônia é “porque é assim mesmo”, ou a fibromialgia apareceu “por azar”.

Na grande maioria dos casos (em consultório – estudos são escassos nesse tipo de análise) estas não são as causas verdadeiras. Na maioria das vezes, estamos causando estas doença em nós mesmos.

A gastrite está ocorrendo por estarmos comendo inadequadamente ou exagerando no café, por exemplo. A insônia porque ficamos nas redes sociais ou assistindo séries até tarde, com luz intensa focada nos nossos olhos. A fibromialgia está atacando porque seu corpo não sabe mais como lidar com os sentimentos que você está passando – não acompanhei nenhum paciente com fibromialgia que não estivesse com uma sobrecarga emocional importante (e na maioria dos casos quando a causa principal de estresse é controlada, os sintomas melhoram significativamente também).

Então, antes de querer que o omeprazol, o zolpidem ou a fluoxetina resolvam os nossos problemas, devemos pensar sobre para onde estamos indo com a nossa vida, e até onde aceitamos manter esta sobrecarga. O estresse que estamos passando é temporário? Vai resolver no ano que vem quando mudar de casa? Quando terminar o TCC? Quando for promovido? Pode ser então simplesmente parte do processo. Trate, respire fundo e aguente firme, porque a vida sempre vai exigir muito de nós – mas estas situações tem um momento para acabar.

Entretanto, quando não há previsão de mudança, será que não é o seu corpo pedindo por ajuda? Gritando que o modo como você está vivendo é insustentável? Que os objetivos que você resolveu colocar para si mesmo trazem uma carga muito maior do que você consegue aguentar?

A vida é sua pra fazer com ela o que quiser. Só perceba para onde está te levando, e veja se não é hora de refazer algumas escolhas, para não se arrepender por esta falta de reflexão depois. Porque infelizmente, remédio nenhum vai dar conta de uma vida sempre descontrolada.

Um ótimo dia a todos!

Doutor Informação

Dr. Felipe Valente
Médico de família e comunidade

Quem é o médico de família?      Fale com o Dr. Felipe Valente     Quem é o médico de família?    instagram   Quem é o médico de família?    

Agende a sua consulta

Imagem: Designed by nensuria / Freepik

1 thought on “Respeite os sinais do seu corpo

  1. Um artigo esclarecedor que mostra a nossa responsabilidade sobre a nossa saúde e nos dá a orientação do auto conhecimento
    Como psicóloga observo que este é o caminho que nos possibilita viver com qualidade😊

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *